quinta-feira, 27 de junho de 2013

Ser Diferente é Normal

Oi gente, achei tão legal essa publicação que peço licença ao Movimento Down para colocá-la aqui em nosso blog para que vocês, meus amigos, apreciem e conheçam o Movimento Down, boa leitura!


Boletim Movimento Down - 15ª edição

O conhecimento faz toda a diferença na vida de uma pessoa com síndrome de Down desde o seu nascimento. Por meio de informações de qualidade, é possível compreender que, assim como as outras crianças, o bebê com síndrome de Down nasce cheio de potencialidades.

Por isso, após criar o Guia de Estimulação para Crianças com Síndrome de Down, o Movimento Down se prepara para lançar a cartilha "Três Vivas para o Bebê!", destinada a pais de recém-nascidos com síndrome de Down. Além disso, desenvolvemos materiais de orientação para profissionais de saúde e instituições de acolhimento. Em breve, todas as publicações estarão disponíveis em nosso portal.
O momento da notícia pode ser traumático não apenas para os pais e familiares, mas também para a equipe de saúde envolvida. Para evitar que isso aconteça, é fundamental ter acesso à informação para vencer preconceitos e desmistificar a síndrome de Down.

Por falar em preconceitos, Patricia Almeida, uma das coordenadoras do Movimento Down, escreveu uma coluna para o jornal "O Dia", do Rio de Janeiro, sobre como pessoas públicas estão tirando a deficiência do armário.

Falar abertamente sobre a questão da deficiência não ajuda apenas a quebrar estereótipos, mas a difundir informações que podem mudar a forma como as pessoas com deficiência são incluídas na sociedade. Na Maré, no Rio de Janeiro, um grupo de jovens com SD está aprendendo a expressar sua visão de mundo por meio da Oficina de Fotografia Movimento Down e Correios. Se você conhece outras iniciativas semelhantes, não deixe de divulgar. Mostrar ao mundo que "ser diferente é normal" faz toda a diferença.

Relatório do Unicef aponta exclusão da criança com deficiência 


Crianças com deficiência têm menos oportunidades e menos acesso a recursos e serviços que as demais crianças, aponta o relatório "Situação Mundial da Infância 2013 - Crianças com Deficiência", do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). A exclusão não está restrita a um setor específico, mas fere direitos básicos, como o acesso a educação e à saúde. "Para um número imenso de crianças com deficiência, a oportunidade de participar simplesmente não existe".Saiba mais

Aluna com SD é premiada em concurso nacional de redação


Uma estudante com síndrome de Down de uma escola particular de Curitiba venceu um concurso nacional de redação infantil. Com o apoio dos professores e dos colegas de classe, Camila Manzolli, de 11 anos, redigiu um texto sobre a própria história.Dentre os assuntos descritos na redação, Camila fez questão de lembrar quando ganhou uma medalha de ouro nas paraolimpíadas na categoria de ginástica. O texto surpreendeu os organizadores do concurso, que criaram um prêmio específico para a garota na categoria superação. Saiba mais






















0 comentários:

Postar um comentário