sábado, 6 de abril de 2013

É Meu!

Eis que chega a fase da possessividade. Tem momentos que nos seguramos para não sorrir e acabar perdendo a chance de dar a lição certa.
Bernardo e Guilherme estão com 1 ano e 7 meses e apesar dos dois terem os mesmos copos de água, os mesmos potes de biscoito, livros diversos, brinquedos iguais e diferentes também, porque brinquedos por aqui não faltam, mesmo assim eles se encrencam e já aprenderam a dizer "É Meu!".
E aí começa a confusão. Graça é que Guilherme despertou o instinto da defesa e antes se corria de Bernardo agora é Bernardo quem corre dele. Se Bernardo está com alguma coisa e Guilherme vai lá e toma, Bernardinho vem correndo para nós chorando. Guilherme não, se Bernardo tomar algo que está com ele a coisa fica feia, Gui parte para cima e lá vai Bernardo chorar mais uma vez.


Tem momentos que ficamos somente observando, sem intervir para ver se os dois se resolvem. Porém, tem momentos que não tem jeito, damos a bronca, colocamos 1 minuto no castigo (e ficamos também junto e conversando sobre o mal feito) para assim conscientizá-los do erro, que não pode tomar, empurrar ou brigar pelas coisas, que eles tem que aprender a dividir, além disso também ensinamos que tem que devolver o que toma da mão do irmão, e quando o fazem espontaneamente, ganham aplausos por isso, é tão engraçado e interessante como a criança aprende isso que quando eles conseguem se resolver, eles mesmos aplaudem a iniciativa, é muito lindo de ver.

Certo ou errado? não sabemos, o tempo dirá, como sempre dizemos, procuramos seguir nossos corações na certeza de que dar limites é sinônimo de AMOR.

Beijos queridos,

Alynne França


0 comentários:

Postar um comentário