quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Mundo Maravilhoso



Todos sabemos dos mais diversos acontecimentos existentes ao redor do mundo. A globalização deixou o mundo pequeno. As boas e más informações chegam ao nosso conhecimento bem mais rápidas do que nosso pensamento.


As pessoas ditas “normais” correm atrás de riquezas materiais, de prestígio, de figurarem nas estatísticas dos bem sucedidos, dos milionários, dos mandatários, dos artistas e por aí afora. Mal sabem estes que existe um outro mundo dentro desta galáxia que poucos sabem avaliar. Nós sabemos e explicamos porquê. Há quase trinta anos convivemos e vivemos na companhia de uma jovem que nasceu com a sindrome de down. Logo nos primeiros dias da vida , concluímos que não deveríamos esperar que ela entendesse o mundo em que vivemos. As características da sindrome nos fizeram entender isso. E mais, aprendemos que nós deveríamos conhecer o mundo deles. E aprendemos muito e ainda estamos a aprender e sabemos que ainda falta conhecer muitas coisas. Mas fiquemos com o que já conhecemos. Trata-se de um outro mundo; sem guerras, sem maldades, sem ambições desmedidas, sem orgulho, sem vaidades e mais, sem pensamentos voltados para o mal. Entre tantos exemplos, citamos alguns : Nossa filha Aline, bailarina clássica, tem nos levado aos mais diferentes e sofisticados ambientes. Temos ido também a locais humildes, para que conheçam o potencial destas criaturas. Aline se apresenta para mil pessoas ou para uma só, com o mesmo entusiasmo; para ela, a primeira ou a última dama de uma sociedade merecem a mesma admiração. Em algumas ocasiões falamos assim com ela: Filha, você vai se apresentar num local importante e muitas pessoas assistirão você. E mais, vai ganhar um bom dinheiro. O que você deseja comprar? Eis a resposta: Quero comer um salgadinho depois do espetáculo.

É ou não é um mundo diferente e maravilhoso?

Eleide e João – Pais de Aline

São Bernardo do Campo, janeiro de 2013

Contato:

nossagente@terra.com.br
















0 comentários:

Postar um comentário