quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Dia dos Pais

No domingo que passou foi a comemoração do dia dos Pais, hoje sei o quando é gostoso comemorar o "meu dia". Neste dia meus gêmeos acordaram cedo, como sempre, e a mamãe fez uma surpresa! Comprou um presentão para o papai entregou para os meninos que trataram de destruir o embrulho rapidinho.

Mas um presente muito maior estava por vir, depois ficamos brincando com eles no emborrachado, Guilherme mostrou que está engatinhando sem auxilio e querendo levantar apoiando-se. Eu já sabia que ele estava fazendo essas coisas, mas ainda não tinha presenciado, afinal a rotina de trabalho me impede de estar tão perto, ele se divertia enquanto deixava os brinquedos longe para ele pegar, o pai aqui, bobão como sempre, com os olhos cheios de lágrimas. Para me fazer chorar ainda mais, Bernardo engatinha freneticamente em minha direção, levanta-se e me da um abraço, que abraço gostoso.

Coisas simples, corriqueiras, mas que formaram o melhor presente que eu podia ter no dia dos Pais.

E como um sempre procura fazer as mesma coisas do outro, Gui agora aprendeu a se jogar para me abraçar.


Tenho muito orgulho de meus filhos.

0 comentários:

Postar um comentário